Páginas

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Rascunho

Então ela permaneceu diante do papel, esperando um futuro, tentando não escrever sobre o passado. Fechou os olhos e se pôs a chorar, mal sabia que aquilo ali era um rascunho. Um verso triste escondido perante ao espelho já podia mostrar, as lágrimas faziam rimas sem se notar e suspeitou que escrever é como dançar.


Paz e Morangos

9 comentários:

  1. Que lindo!
    Um belo rascunho este. ;)

    ResponderExcluir
  2. Bonito mesmo, quase sempre temos que traduzir lágrimas e textos.

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Se o rascunho é tão lindo e triste me pergunto como seria o texto real.
    É dificil escrever sobre o futuro, o passado sempre acaba ficando mais presente nas palavras escritas.
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Que bonito, Cecilia, leve e encantador, apesar de doído.

    Gostei.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Quanta saudade das tuas palavras! Ficou maravilhoso esse pequeno parágrafo que diz tanto, mas tanto, nessas poucas linhas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Eu amei o seu blog *--*
    o template é LINDO e gostei doos seus textos, achei eles simplesmente incrível ♥

    http://thayshafer.blogspot.com/

    --
    Quer um lugar onde possa divulgar o seu blog ?
    então junte-se a nós em nossa comunidade de Perfis de Divulgação de Blogs ♥

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=114529010

    ResponderExcluir
  7. é que as vezes esquecemos que o silencio tbm é uma forma de se comunicar.

    ResponderExcluir
  8. Do verso veio,e ao verso retornará,só espero que seja logo,enfim,apareça.

    abraço !

    ResponderExcluir
  9. Hey Cecilia, Nunca torci tanto pra uma quinta chegar: http://migre.me/5H8yn :)

    ResponderExcluir

Pena de urubu, pena de galinha, deixe seu comentário depois de dar uma lidinha (sim, eu sou boba!)