Páginas

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Juntos mesmo não estando perto

Deitados na grama os dois jovens observava o céu estrelado.
-Você está vendo aquela estrela ali?perguntou ele apontando para a estrela mais brilhante do céu.
-Sim, a Sírius,não é?
-Ela mesma.Sabe aquela história que falam que quando alguém morre vira uma estrela?
- Sei.Já me falaram isso quando eu era criança.Por quê?
-Porquê quando eu morrer vou ser ela!
-Que horror - A moça falava em um tom de brincadeira e beijava suavemente os lábios dele.
- E está vendo aquela lua cheia?
-Claro
-Dizem que você mesmo estando em várias partes do mundo ela é do mesmo tamanho,e quanto mais perto você acha que está mais longe está.Ela é infinita assim como meu amor por você.Jamais duvide disso!
-Você vai me deixar?-perguntava a moça em voz aflita e com lágrimas os olhos.
-Um dia você sabe que sim,mas hoje sou só teu.
Aquela foi a noite mais linda na vida deles,noite de segredos confissões,noite de amor com apenas o céu dos amantes como testemunhas.E a última noite deles juntos.
Na noite seguinte ele se foi,no entanto ela não se abalou tanto,nela ainda queimava amor,olhando para a lua ela sabia que o amor dele ainda existia e brilhava tanto que ardia e mesmo não estando juntos eles estavam perto de alguma maneira,algo ainda ligava os dois.Muitas vezes o amor é mais do que imaginamos,mais do que estamos acostumados,o amor pode ser um laço com a eternidade.

----
Oi pessoal,tudo bem?Eu estou bem,poderia estar melhor mas tudo bem!
Bem,esse texto foi feito nesta madrugada enquanto estava vendo aquele céu estrelado lindo que estava na última noite.
Tenho uma novidade pra vocês,meu irmão resolveu fazer um blog(aee pessoal conseguimos convencer ele)então ele vai escrever nele ainda,só está postado esses dois poemas que vocês já leram,porém calma que vem muita coisa por ai.Então o blog dele é esse aqui.
Até a próxima.Beijo

9 comentários:

  1. Adoreeeeeei o texto!!!

    Parabéns!

    Beijoos

    ResponderExcluir
  2. Ah, a lua... o brilho das estrelas...
    Tudo tão poético.

    Beijo.
    Ficarei de olho no blog do seu irmão.

    ResponderExcluir
  3. Ain' q lindo esse texto.. me fez lembra umas coisas!

    fico lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. O romantismo no ar,ou no céu,de volta,emfim,belo texto.
    abraço !

    ResponderExcluir
  5. Que história linda moça.. ameii.. quando morrer tbm quero ser uma estrela.. aushaushua ^~

    :*

    ResponderExcluir
  6. liindo *-*' é incrível como tudo que o amor une nunca se separa. Um dia todos seremos estrelas, será que vamos inspirar mais casais apaixonados? ^^
    Vou lá no blog do seu irmão, ele fez!! aeeew *-*
    até mais Ceci :*

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo teu texto. Mas do que ele morreu? ;( Beijos Cecilia.

    ResponderExcluir
  8. é cara, o amor é um confusão, mas é uma confusão tããoo boa ás vezes kkkkk' Obg pelo elogio, ainda falta pra eu escrever igual gente grande, mas entre uma bobeira e outra a gente se inspira né? ;D
    Aah Ceci, suas idéias no msn me inspiram bastante, obg (:
    até mais :**

    ResponderExcluir

Pena de urubu, pena de galinha, deixe seu comentário depois de dar uma lidinha (sim, eu sou boba!)